Blog

Musculação Feminina: o mito da masculinização

Musculação Feminina: o mito da masculinização

Musculação Feminina: o mito da masculinização

Quando comecei a treinar era incomum encontrar mulheres na academia de musculação, eram poucas e algumas se destacavam pelo tamanho e definição muscular. As revistas de treinamento da época eram voltadas para o público masculino e não raramente apresentavam mulheres com corpos além dos padrões femininos daquele tempo.

A verdade seja dita, parecia que mulheres ficavam musculosas ao treinarem com pesos. Alguns anos se passaram, a ciência do treinamento de força evoluiu, a sociedade entendeu seus benefícios e as academias estão lotadas. Porém, o retrato da mulher musculosa na academia ainda persiste.

Tecnicamente, um programa bem estruturado pode utilizar o treinamento de força como forma de fortalecer a musculatura com manutenção da massa muscular, além de, embora não se divulgue muito, ser uma das estratégias mais eficientes para emagrecer. A grande preocupação das mulheres em permanecer com corpos menos musculosos, faz com que evitem o trabalho intenso com pesos, com medo de desenvolverem um biotipo parecido com dos homens.

Ressalto: o aumento da massa muscular na mesma proporção é praticamente impossível por questões hormonais! Mesmo em programas de treinos cujo objetivo seja o ganho de massa muscular, mulheres apresentam grande dificuldade no que se refere a esse objetivo.

Em resumo, o desenvolvimento muscular na mulher pode ocorrer com o treino de musculação, mas não será expressivo como dos homens!

Por Alexander Santos

TOP